terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Eco-esportes : trekking ou caminhada rústica

O  ecoturismo é uma atividade que vem se desenvolvendo bastante e os esportes que utilizam a natureza como principal fator podem ser chamados de Eco-esportes e alguns deles são chamados de radicais, pois proporcionam fortes emoções aos praticantes e podem ser praticados como hobby.

Um grupo de amigos está começando a praticar o Trekking ou caminhada rústica em Francisco Sá MG, saiba mais  sobre o trekking: É um tipo de caminhada rústica com orientação, onde o esportista entra em contato direto com a natureza e seus obstáculos, tais como florestas, montanhas, cerrados e rios que devem ser transpostos, sempre se orientando por meio de bússola ou GPS (equipamento de orientação por satélite) proporcionando uma grande aventura, além de dores musculares. Para isso é necessário preparo físico, equipamentos de orientação, caminhada e primeiros socorros, além de muita disposição.
A palavra trek tem sua origem na língua africâner. Ela passou a ser amplamente empregada no início do século XIX, pelos vortrekkers, os primeiro trabalhadores holandeses que colonizaram a África do Sul. O verbo trekken significava migrar e carregava uma conotação de sofrimento e resistência física, numa época em que a única forma de se locomover de um ponto a outro era caminhando.
Na língua portuguesa, usualmente, a palavra trekking significa caminhadas em trilhas. O esporte possibilita um maior contato com a natureza, e passou a ser uma atividade esportiva que cresce no mundo em número de adeptos. O trekking pode ser praticado por qualquer pessoa de qualquer idade, desde que seu limite físico seja sempre respeitado, e pode ser classificado como:
- Fácil: Indicado para inciantes com pouco preparo físico. Neste tipo de Trekking prevalece os terrenos mais planos e a duração da caminhada, em geral, não dura mais que 1 hora.
- Médio: Indicado para inciantes e amadores com bom preparo físico. Neste tipo a caminhda é realizada em terrenos com variação de altitude um pouco maior e com duração média de 2 horas.
- Difícil: Nesta categorias as coisas se complicam, pois abrange desde as caminhadas com duração superior a 3 horas com uma variação de altitude muito alta até as expedições que levam dias para serem completadas. Nesta categoria se encaixam as caminhadas realizadas em serras e montanhas. Indicada somente para quem tem bom condiciomanento físico e bons conhecimentos de navegação e sobrevivência.
O atleta pode seguir sozinho ou em grupos por trilhas, caminhos ou estradas em meio à natureza. Não existe faixa etária, percurso, ritmo ou duração definida para os praticantes, como também não há um equipamento especial, somente o essencial como botas de caminhada, roupas leves ou agasalho para frio, lanterna, pilha, bússola, barraca, saco de dormir e kit de primeiros socorros.
Fotos da caminhada  feita  na serra de Francisco Sá em 09 de fevereiro de 2014
























quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Gato gay é discriminado pela dona

Uma história bizarra tomou conta da cidade de Lafia na Nigéria, um gato da raça moggy de sete anos de idade chamado de touro foi expulso do lar pela sua dona por apresentar tendências homossexuais.

A proprietária não identificada afirma que touro se envolveu em “comportamento sexual não natural” e tem feito insinuações  a outros  gatos machos na casa, embora existam gatas  presentes, em declaração ao jornal nigeriano Liderança  diz que  o comportamento do gato é perturbador e contra as leis da natureza . Qualquer pessoa que se interessar pelo gato gay poderá tê-lo já que  sua dona não quer mais manter o animal em casa.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Doutor não faço idéia como a garrafa foi parar ai.




Um Chinês que não quis ser identificado procurou ajuda médica por estar sentindo fortes dores em sua parte inferior ao ser indagado pelo médico sobre o desconforto, ele alegou desconhecer o que poderia ter originado tamanha dor. Mas quando lhe foi apresentado um raio-X mostrando claramente uma garrafa e um pedaço de arame dentro dele e admitiu a inserção da garrafa e que o arame foi usado em uma tentativa frustrada de resgatar a garrafa.
O chinês foi submetido a uma operação para a retirada dos objetos.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Artista Russo prega testículos no chão como protesto



O mesmo homem que já tinha cosido os lábios em apoio às Pussy Riot pregou hoje os testículos na calçada da Praça Vermelha, em Moscou, para chamar a atenção para a "indiferença" da sociedade perante um "Estado policial".
Pyotr Pavlensky, o autor do estranho protesto, conseguiu chamar a atenção dos turistas que olhavam incrédulos para o que viam: um homem nu sentado na calçada da Praça Vermelha com os testículos pregados ao chão.
A polícia foi chamada ao local e cobriu o homem com um lençol branco. Depois de retirá-lo do local, as autoridades levaram-no para o hospital, onde recebeu tratamento médico, sendo depois encaminhado para a Delegacia.
Pyotr Pavlensky escrevera no site Grani.ru que esta atitude era uma forma de protesto contra a "indiferença" da sociedade perante o desenvolvimento de um "Estado policial".

Esta não é a primeira vez que este artista performativo, de 29 anos, usa um método tão chocante para chamar a atenção. Há uns meses coseu os lábios para se demonstrar contra a detenção de dois elementos da banda punk russa Pussy Riot.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Morre aos 66 anos o cantor Emílio Santiago


Rio de Janeiro – O cantor Emílio Santiago, de 66 anos, morreu às 6h30 de hoje (20) vítima de complicações de um acidente vascular cerebral (AVC). Ele estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Samaritano, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro.
Emílio Santiago estava internado desde o dia 7, depois de sofrer um AVC isquêmico. O cantor nasceu em 1946, no Rio de Janeiro, e chegou a se formar em direito, mas, depois de participar de festivais e programas de televisão, começou a fazer fama na música.
Lançou seu primeiro álbum, chamado de Emílio Santiago, em 1975 e o último, Só Danço Samba ao Vivo, em 2012, que lhe rendeu um Grammy Latino de melhor álbum de samba/pagode no ano passado. Nesse intervalo, foram quase 30 álbuns. Em 1988, iniciou a série de sete discos chamada Aquarela Brasileira, que vendeu mais de 3 milhões de cópias e com a qual ganhou projeção nacional e internacional.
Extraído de Agencia Brasil

segunda-feira, 11 de março de 2013

Pelas Estradas do Meu Sertão passou por Francisco Sá


O Projeto Pelas estradas do sertão aportou nesse domingo (11/03) em Francisco Sá apresentando o compositor e violonista montes-clarense Jukita Queiroz que está lançando seu novo CD “Meu Sertão”uma obra que conta com parcerias mais que especiais, Paulinho Pedra Azul. Cori Gonzaga e Marcos Danilo. É o retrato sonoro de características peculiares do estilo do músico, arranjos elaborados, riqueza harmônica e uma poesia sensível e simples.
O show teve um repertorio mesclado com musicas do CD  além de outras musicas de sua autoria e também de grandes compositores brasileiros com letras focadas no cotidiano da  vida no sertão das gerais.Durante o show fez uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher com a participação especial  de Roberto Montsá, acompanhado pelos músicos: Arley Nogueira (percussão), Marcelo Andrade (Sopros), Marcos Danilo (violão e voz), Nylo Rocha (acordeom), e Ronaldo Ranieri (baixo)
Quem não compareceu ao evento promovido pela secretaria de cultura de Francisco Sá perdeu a oportunidade de assistir a um grande espetáculo. Parabéns ao secretário Roberto Luiz Oliveira Junior pelo empenho em trazer cultura musical para o povo brejeiro.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

O que está fazendo seu vereador?




Fiscalização e transparência são expressões cada vez mais presentes na política. Promovem avanços significativos, pois geram maior confiança na relação entre o eleitor e o eleito. A lisura no trato dos bens públicos e a moralidade administrativa fortalecem nossa democracia. Estabelecida por Lei a “Política de Transparência Administrativa” gera imagem político-administrativa dos poderes municipais interna e externamente estimulando a interação da sociedade  com esse poder.

A transparência passa também pela visibilidade dos seus agentes quando em serviço, desta forma causa estranheza o veiculo da Câmara Municipal de Francisco Sá (MG) fazer uso de película escura nos vidros, evidentemente a película usada deve estar dentro dos padrões exigidos pela Legislação do transito, mas uma aberração na visão do cidadão que clama por transparência. A película causa o bloqueio visual do interior do veiculo acobertando utilizações censuráveis como o uso indevido ou transporte de pessoas estranhas ao serviço público.

A população tem o direito de saber quem e de que maneira utiliza o veiculo que é custeado com recursos de nossos impostos quem está a serviço do povo não pode se esconder atrás de vidros escuros. É no mínimo uma imoralidade

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Há sempre uma boa desculpa


Ao ver a foto lembrei de uma pequena cronica publicada no livro FEBEAPÁ 1 ( 1ºFestival de Besteira que Assola o País) de Stanislaw Ponte Preta, onde é possível encontrar uma boa desculpa para permanecer sentado no ônibus, é o famoso jeitinho brasileiro.
O HOMEM DAS NÁDEGAS FRIAS
A historinha que vai contada abaixo, naquele estilo literário que fez de Stanislaw Ponte Preta um escritor de importância transcendental, é absolutamente verdadeira e a par de ser jocosa serve para provar que na época hodierna a mulher está tão desacostumada ao cavalheirismo que engrossa a toda hora, por falta de treino.
A pessoa que foi testemunha do episódio merece todo crédito e garante que aconteceu no interior de um desses ônibus elétricos que a irreverência popular apelidou de chifrudo. O ônibus vinha lotado e, corno acontece com tanta freqüência, com vários passageiros em pé. Antigamente quando havia passageiro em pé, era tudo homem, porque a delicadeza mandava que os cavalheiros cedessem seus lugares às damas. Hoje, porém, é na base do chega-pra-lá.
Vai daí, havia um senhor que estava sentado distraidamente lendo o seu jornal e nem percebeu. que havia em pé ao seu lado, uma jovem senhora dessas que não são nem de capelão largar batina, nem de mandar dizer que não está. Em suma: uma mulher bastante razoável.
O senhor acabou de ler o seu jornal, dobrou-o e aquela espiada em volta, ocasião em que percebeu a distinta viajando em pé, ao seu lado. Devia ser um cavalheiro de conservar hábitos d’antanho porque, imediatamente, levantou-se e disse pra dona:
— Faça o obséquio de sentar-se, minha senhora.
Seu ato não parecia esconder segundas intenções, tão
espontâneo ele foi. Mas, se o cavalheiro era antigão, a mada­ma era moderninha. Achou logo que o senhor estava querendo fazer hora com ela e, desacostumada ao gesto delicado, torceu o nariz e falou:
— Muito obrigada, mas eu não sento em lugar quente. Houve risinho esparso pelo ônibus e comentários velados  o que deixaria o senhor com cara de tacho, não fosse ele — conforme ficou provado – pessoa de muita presença de espírito.
Notando que todos o olhavam como se ele fosse um palhaço, o gentil, passageiro voltou a sentar-se e disse, no mesmo tom de voz da grosseira passageira, isto é, naquele tom de voz que despertara a atenção geral:
Sinto muito que o lugar esteja quente, minha senhora  Mas não existe nenhum processo que nos permita carregar uma. geladeira no rabo.
Aliás, ele não disse rabo. Ele disse mesmo foi bunda.

sábado, 26 de janeiro de 2013

Botou água no leite? Deporta para o Brasil



Extraído de O Brasil em Jornal nº 18 – ano 1557
001Lisboa, 2 janeiro  1557
Do mexerico puro e simples, passando pela rixa com ferimentos, pelo porte de armas proibidas e pela água no leite até roubo de dinheiros públicos, 50 delitos cometidos em Portugal podem deportar o delinqüente para o Brasil que é por lei, depois da pena de morte, a punição mais severa.
A reportagem de O BRASIL EM JORNAL, compulsando a legislação penal portuguesa, anotou as seguintes contravenções:
1) Cortar arvores frutíferas (com prejuízos superiores a 30 cruzados, a pena é o degredo para o Brasil)
2)Fazer barulho noturno, quebrando portas ou fechando-as de brincadeira, pelo lado de fora;
3) ter arcabuz de menos de palmos de cano (a punição para escravos é a morte, para os peões chicote e Galés, para as pessoas de maior qualidade, degredo para o Brasil)
4)Pedir socorro em brigas etc… sem gritar”aqui d’el-rei” degredo de cinco anos
5) Pôr água no leite
6) Fazer mexerico ou dar crédito a ele
7) Marido perdoar adultério
8) Falsificar moeda selo etc.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Parceria leva artesanato aos bairros Parque Jardim e Juquinha Dias


A Secretaria de Cultura em parceria com a Ong Fish, iniciou nessa segunda-feira 21 de janeiro, nos bairros Parque Jardim e Juquinha Dias, o Projeto Mãos Brejeiras, que ensina a Arte da Petcolagem aos moradores locais.
A Arte da Petcolagem, segundo o secretário de Cultura Roberto Júnior, é um método de trabalho manual que utiliza retalhos. Roberto adiantou que o objetivo do projeto é promover a integração social das pessoas envolvidas, bem como proporcionar, através do trabalho com artes manuais, condições de aumento da renda familiar.
O prefeito Denilsão ressaltou a importância de iniciativas como essa, que levam o conhecimento aos bairros e proporcionam diversidade de atividades para as pessoas que queiram melhorar sua capacidade de desenvolver trabalhos alternativos para ampliação do ganho da família. Ele considera também que o envolvimento dos jovens nessas atividades é de fundamental importância para seu afastamento do mundo das drogas.
Os cursos são voltados para mulheres de todas as idades e em fase de implantação foi iniciado com 30 alunas e as aulas estão sendo ministradas gratuitamente nas sedes das associações dos bairros.